Dica de Leitura - Passarinho

Amor...
Achei o livro leve, e ao mesmo tempo, denso. Tratar do assunto perda, morte, é sempre denso...mas tratar de amor torna tudo mais leve.
Li o livro em uma noite, curiosa, apreensiva para saber o que aconteceria.
No dia do nascimento de Joia, enquanto fogos invisíveis apareciam num canto do céu para festejar seu nascimento, anjos cantavam recepcionando também seu irmão. Na mesma hora. Mostrando que na vida nem sempre apenas ganhamos. às vezes ganhamos e perdemos ao mesmo tempo...
Perdas deixam marcas, cicatrizes que se não forem bem suturadas, podem se abrir.
O livro vai ao ápice:

"Gargalhei, e meu riso preencheu o céu..."



até


"A gente faz o melhor que pode, Joia, mas às vezes a tristeza precisa seguir seu curso natural. Pode levar muito tempo, dependendo do caso"

Posso dizer que o livro também traz um pouco de fé,mostrando diferentes formas de ver o mundo, diferentes culturas. Pessoas que vivem juntas e pensam diferente. Mostra como podemos conviver e viver juntos, os mesmos fatos e acontecimentos, e cada um ter uma leitura diferente do ocorrido, dependendo apenas de como o coração de cada pessoa recebe uma emoção.
Somos diferentes. O livro mostra o quão somos únicos. Exclusivos. E que devemos dar vasão e respeitar essa exclusividade.
Exatamente isso o livro mostra: sentimentos extremos e ao mesmo tempo, doces, com o amor sempre falando mais alto.
Apesar de perdas, também temos vitórias na vida. Olhar para as perdas nos impede de visualizar vitórias. Negligenciar as bênçãos acarreta machucados. Mas devemos sempre procurar consertar, ates que seja tarde demais.
Passarinho é uma história de misticismo, culturas diferentes, amor intenso, culpa intensa e perdão ainda mais intenso: o perdão a si mesmo.
A leitura me prendeu e valeu muito a pena.

"A verdade era que eu não sabia mais o que era o quê, se eram coincidências ou sorte, ou duppies, ou espíritos, ou Deus, ou outro mistério. O importante é que tive o bom senso de abrir meus braços e dizer sim. "





Comentários

Postar um comentário

Deixe seu comentário!

Postagens mais visitadas deste blog

Resenha - O segundo sexo

Feminismo, por Ayn Rand

Viagens literárias: Mergulho no mar