Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2015

Resenha - Tribo do Amor

Imagem
.

Intensidade à flor da pele Quando peguei o livro Tribo do Amor, já sabia que certamente seria impactada com uma chuva de emoções. Claro que a intensidade de Pit Larah iria ser refletida nessa obra com um misto explosão de sentimentos de menina, mulher e mãe dedicada. O livro fala de Samantha, uma jovem que relata com destreza e resiliência sentimentos de uma fase em que a vida é pura ebulição: adolescência. Com uma linguagem jovem e deliciosa, a autora nos remete ao incrível universo aonde sentimentos e alma se fundem para contar uma história envolvente e de incrível acessibilidade ao coração. Durante a leitura, chorei, sorri, vibrei, torci. Em alguns momentos, me identifiquei, tive a nítida sensação de que era eu a viver aquela história. Em outros momentos senti um nó na garganta, algo peculiar de quem sente vontade segurar a personagem no colo. O universo de Samantha é simples e complexo. Tem a leveza que só a maturidade traz, em conjunto com a intensidade que a adolescência permite. …

SENTIMENTOS LITERÁRIOS - DUAS VERDADES E UMA VIDA (Jô Coelho)

Imagem
Podemos repensar nossos verdadeiros deveres e que nossa ética como ser humano deve andar de mãos dadas com a ética de mulher e de mãe. Sentimos a angústia da personagem e percebemos que a todo momento, falta a verdadeira coragem de ser feliz, porque ser feliz custa caro, precisa de determinação e insistência, o que percebemos que falta em Marina. Uma mulher extremamente ansiosa e insegura, apaixonada por sexo, louca para viver uma paixão arrebatadora!!! As decepções amorosas a transforma em um ser humano frio e calculista, extremamente dedicada ao trabalho e que leva até as últimas consequências seu objetivo de ser mãe.
E você se pergunta como um livro com apenas 129 páginas, pode ter tanto conteúdo? E tem!!! A leitura é leve e flui com tanta facilidade, que o li em 2 horas.
Uma história altamente feminina, porém, necessária para que todos os homens conheçam os sentimentos e questionamentos de uma mulher.
Nos surpreendemos não apenas com a surpresa final, mas com a habilidade que a autor…

SENTIMENTOS LITERÁRIOS - ENQUANTO OS HOMENS DORMEM (ELAYNE AMORIM)

Imagem
Bom dia, Clube! Nosso primeiro encontro do ano, acontecerá no próximo dia 28.  Por essa razão, cada dia desta semana, irei postar meus Sentimentos Literários de cada livro que será debatido neste encontro. 
Vamos começar por um livro que adoro!!!! 

Enquanto os homens dormem, chega para nos desafiar. Uma história absolutamente densa, não apenas em sua essência mas até mesmo em sua linguagem. Não que tenha uma linguagem difícil, mas a autora leva sua origem poética para dentro do romance.
Laica e Ângela, duas mulheres imortais, intensas, fortes e apaixonadas. Suas semelhanças se resumem a essas características, pois elas são dois opostos.
Enquanto Laica é meio humana e meio animal, uma lobisomem que exibe vida e conexão com a natureza, Ângela é um ser das sombras, uma vampira que vagueia entre morte e não morte, entre inveja e paixão pelos humanos.
Laica se entrega a suas duas partes, é absolutamente humana e se permite ser assim, e ao mesmo tempo, se entrega a sua irracionalidade e feroci…

Arrelia e liberdade

Imagem
Arrelia. Outro dia usei essa palavra num texto meu, nem sei como me lembrei dela. Acho que minha vó a usava. Sei lá, lembrança vaga. “Gastura”. Mas “arrelia” parece uma palavra extrovertida, tem um som aberto, embora arranhado. Às vezes a poesia me causa arrelia: fica ali uma coisa pra sair do peito, falar algo pressionado nas artérias. Desde ontem estava com um tema na minha cabeça: liberdade. Tentei escrever um poema sobre ela, mas a intensidade fora tanta que o verso minguou. Aí veio a arrelia, a coisa ainda está aqui, presa. Andei passeando pela internet e me deparei com um poeta que não conhecia, mas apreciei seus poemas e, olha só! vieram falar de liberdade. Coincidência ou não, encontrei os mesmos poemas dele em outro site em que fazia outra pesquisa, aí a coisa me encucou. Trouxe para compartilhar com vocês. Bem, é tão bom começarmos a semana com palavras poéticas, imagens de liberdade, sentimentos positivos – como precisamos desses sentimentos positivos!
Uma ótima semana a todos vo…

Oscar 2015

Imagem
Bom dia, Clube! 

Para começar a semana, trouxemos a listinha dos filmes indicados e os vencedores do Oscar. 
Melhor filme
"Sniper americano"
"Birdman"
"Boyhood: Da infância à juventude"
"O grande hotel Budapeste"
"O jogo da imitação"
"Selma"
"A teoria de tudo"
"Whiplash"

Melhor diretor
Alejandro Gonzáles Iñárritu ("Birdman")
Richard Linklater ("Boyhood")
Bennett Miller ("Foxcatcher: Uma história que chocou o mundo")
Wes Anderson ("O grande hotel Budapeste")
Morten Tyldum ("O jogo da imitação")

Melhor ator
Steve Carell ("Foxcatcher")
Bradley Cooper ("Sniper americano")
Benedict Cumberbatch ("O jogo da imitação")
Michael Keaton ("Birdman")
Eddie Redmayne ("A teoria de tudo")

Melhor atriz
Marion Cotillard ("Dois dias, uma noite")
Felicity Jones ("A teoria de tudo")
Julianne Moore ("Para sempre Alice")
Rosamu…

“É proibido pisar na grama. O jeito é deitar e rolar."

Imagem
Domingo é o primeiro dia da semana e eu tenho em mãos, uma responsabilidade em fazer sua semana começar toda ZEN... para quem gosta de se energizar, de pensamentos positivos, de leituras variadas, de passeios naturais, de curtir e conhecer o ambiente que o cerca (não importando onde você estiver). Tudo que está a nossa volta e tudo o que vivemos devem ser olhados com otimismo, alegria, gratidão e humildade.  Fazendo assim, o seu lugar, o melhor para se viver. Hoje vou citar sobre um livrinho pequeno, de palavras simples, meio que um auto- ajuda, mas é um discurso que a autora fez como se fosse para o dia da formatura. E ele me fez relembrar de uma conversa que tive com uma  amiga nesta semana. Falávamos de nossa futura idade, daqui a uns meses, os quarenta.  E que invertemos as prioridades. Não temos certos  ” piques” para algumas coisas e nem “saco” para outras, mas aprendemos a substituir por outras que nos dá prazer e tranquilidade. Como é bom o processo de reinventar, de criar, de…

Sentimentos Literários - O Palácio de Inverno (John Boyne)

Imagem
Olá, amigos! Quero justificar a estreia do quadro "Sentimentos Literários", que começou dia 07/02/15 com o livro Admirável Mundo Novo. 
Decidi aderir a este nome, porque minha paixão pela literatura me impede de me apegar a normas, por isso, não acho justo chamar de resenhas, tudo o que um livro me fez sentir.

Assim, decidi deixar um texto meu, uma declaração de amor para essas artes que tanto me fascinam. 
Divido-me entre o amor pela leitura e pela escrita. E essa é minha forma de expressar o que sinto!


"Não espero que minhas palavras incendeiem multidões! Multidões andam surdas e com memória falha. Quero que elas cheguem aos ouvidos certos, aos olhos que buscam por desatinos, devaneios, ou por avalanches de emoções repletas de racionalidade delicadamente cobertas por uma generosa camada do mais puro açúcar da raça humana, a poesia! Sou uma apreciadora das artes, porque são manifestações do divino pelas mãos dos mortais! A literatura é a essência dos indivíduos convertida e…

Não estou falando de amor

Imagem
Quando você me chama eu vou. Não sei que força é essa que me faz atravessar toda essa montanha que existe entre nossos mundos. Às vezes, eles até se parecem, às vezes tento ver coisas minhas em você, mas acho que sou eu quem as crio, porque sei que se parar pra observar por mais alguns segundos, a visão vai ficar embaçada. O que sei é que meu corpo gosta disso tudo. É como um vício? Talvez. Só sei que essa noite eu vou me entregar mais uma vez, vou me arrumar, colocar minha melhor roupa, só pra você nem reparar nela e tirá-la antes que eu possa respirar, vou pentear meus cabelos até que não sobre nem um fio fora do lugar, só pra você despenteá-lo e me fazer voltar pra casa feito uma louca, e mesmo depois de um banho demorado, vou voltar exalando seu cheiro pelo meu corpo e na minha cabeça vai estar aquela canção que você colocou pra tocar e na volta quando entrar no meu carro vou dirigir feito uma colegial que pegou o carro escondido dos pais, porque minha garganta ainda vai estar sec…

Um mais Um

Imagem
“Esta é a história de uma família desajustada. Uma garotinha que era meio nerd e gostava mais de matemática do que de maquiagem. E um garoto que gostava de maquiagem e não se encaixava em nenhuma tribo.” (Pág 350) “Ele é um caos. Não se pode punir ninguém por ser um caos.” (pág 209) Confesso que estava aguardando esse livro com muita ansiedade. Assim que peguei, priorizei. Na verdade, esse é o terceiro livro de Jojo Moyes que li, e como já havia me apaixonado pelos outros dois (A Garota que você deixou para trás e Como eu era antes de você), vim com muita sede por Um mais um. Impossível não fazer comparações poque os outros livros dela são muito marcantes. O livro não é ruim, é até interessante. Temas muito atuais são abordados, como bullyng e amor por animais . Mas é bem diferente dos anteriores. A personagem principal, Jess, é uma mocinha cheia de esperanças e com muitas responsabilidades. Acredita na justiça e é bastante otimista. “Só se vive uma vive uma vez.” (pág 216) Como nos outros,…