SENTIMENTOS LITERÁRIOS - DUAS VERDADES E UMA VIDA (Jô Coelho)



Podemos repensar nossos verdadeiros deveres e que nossa ética como ser humano deve andar de mãos dadas com a ética de mulher e de mãe. Sentimos a angústia da personagem e percebemos que a todo momento, falta a verdadeira coragem de ser feliz, porque ser feliz custa caro, precisa de determinação e insistência, o que percebemos que falta em Marina. Uma mulher extremamente ansiosa e insegura, apaixonada por sexo, louca para viver uma paixão arrebatadora!!! As decepções amorosas a transforma em um ser humano frio e calculista, extremamente dedicada ao trabalho e que leva até as últimas consequências seu objetivo de ser mãe.
E você se pergunta como um livro com apenas 129 páginas, pode ter tanto conteúdo? E tem!!! A leitura é leve e flui com tanta facilidade, que o li em 2 horas.
Uma história altamente feminina, porém, necessária para que todos os homens conheçam os sentimentos e questionamentos de uma mulher.
Nos surpreendemos não apenas com a surpresa final, mas com a habilidade que a autora tem de ligar uma história a outra, como quem costura personagens e as histórias de cada um, culminando em uma enxurrada de questionamentos para o leitor e um resultado incrivelmente bem pensado e arquitetado!
Marina descreve aquela culpa clássica de uma mãe que trabalha, com pequenas cenas que podemos adequar a nossa realidade. Independentemente da situação financeira, só quem é mãe e tem que trabalhar pode entender como aquelas cenas pinceladas escondem a intensidade dessa culpa que causa inversão de valores de uma mãe que não teve muito em sua infância e acredita que amor e a verdade podem ser comprados!
Enfim, um livro perfeito para mulheres modernas, que entendem a responsabilidade que têm após a queima dos sutiãs e que vivem na corda bamba entre ter e ser. Doar amor, ou substituí-lo por dinheiro? Amar verdadeiramente ou se entregar a superficialidade da necessidade fisiológica do sexo? Pagar um preço alto na realização de um sonho, ou construir uma estrada repleta de decepções, mas que nos leva a um objetivo honesto e feliz?
E termino essa leitura com gostinho de dever cumprido! Toda mulher, deveria fazer um favor para a sociedade e ler este livro. Uma história que fala dos conflitos que compõem o universo feminino em um mundo globalizado que cobra tanto!!!
Surpreendente e repleto de conteúdo emocional e intelectual. 




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Resenha - O segundo sexo

Feminismo, por Ayn Rand

Viagens literárias: Mergulho no mar