Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2015

Há um tempo em que já se precisa de tanto...

Imagem

Que seja real

Imagem
Poetizando a segunda-feira depois daquela lua maravilhosa...


Desafio: "Está chegando meia noite, se preparem para tirar as máscaras!"

Imagem
Está chegando meia noite, se preparem para tirar as máscaras e mostrar quem realmente somos. Nem sempre é fácil mostrar o nosso lado negro, difícil, feio ou esquisito. Queremos poupar o universo, o mundo, a sociedade e a nós mesmo daquilo que parece "errado" e incomum, por isso vestimos máscaras para esquecer, não viver ou não querer ser o nosso verdadeiro eu. Fingimos ser perfeitos atrás dos disfarces, mas aquilo que pode parecer tão ruim, pode ser a nossa verdadeira salvação.

Temos medo de errar, mas mesmo assim não queremos só fazer o certo. Somos criados para cobrar direitos, mas não para saber os nossos deveres, quem dirá cumpri-los. Somos feitos de valores ultrapassados, arcaicos, sem futuro e sem mais sentido, e não nos esforçamos para renovar, procurar ou melhorar esses valores.

Estamos num mundo onde viver é sobreviver dia após dia e lutar por nossos ideais é como precisar ter uma bomba atômica. Caso contrário, não se segue em frente.

Estamos cansados de hipocrisia,…
Poetas, apareçam!
            Estive reparando nas pessoas. A grande maioria anda apressadamente, olhar fixo, às vezes até rosto um pouco fechado. Param conversando na rua e comumente falam seus problemas. Ou fingem que não tem nada de errado e escondem um oceano de preocupações atrás  um sorriso forçado. Se alguém faz algo que não seja exatamente o que querem, já é motivo para detonar e falar muito mal. Na maioria das vezes, sabem exatamente o que fazer da vida dos outros, mas não tem a menor idéia do que fazer das suas próprias vidas e comumente maximizam os problemas.             As pessoas reclamam do dia; se está calor, reclamam. Se o sol brilha, pedem chuva, mas se chove...reclamam da chuva. Quem está magro se preocupa em engordar, quem está mais cheinho resmunga que precisa emagrecer. Se preocupam com dívidas, dúvidas, com o que as pessoas vão falar, o que vão pensar... Reclamam que falta dinheiro, falta amigo, falta amor, falta saúde, falta honestidade...mas sabe o que eu acho q…

Desafio: "Está chegando meia-noite, se preparem para tirar as mascaras!"

Imagem
A escolha das máscaras
Ei, você que está aí sorrindo, segurando esse copo na mão, falando essas bobagens que nem você mesmo acredita. É... você mesmo, tentando forçar uma postura, um linguajar, tentando fazer parte do grupo.  No que você está pensando? Por que ainda está com essas pessoas? Por que a opinião delas importa tanto pra você? Saia enquanto há tempo, enquanto sua bebida ainda é pura. Essa lama toda quer te envolver. Que lama? Você não vê ou não quer ver? O que você vê é só o brilho, pois acredite, ele é falso, criança. É forçado, manipulado e interesseiro. Não é isso o que  você quer. Você gosta de pé no chão, cabelo ao vento, risada sincera, afago verdadeiro. Não se preocupe, todos estarão no barco quando a água cobrir tudo isso, eles virão, no seu tempo, a seu modo, mas todos estarão seguros.  Aproveita você, esse tempo do agora, faz o que te traz alegria, se desamarra dessa gente frívola. Você não vai gostar de ver as máscaras caindo. Não é nada agradável de se ver o que há por…

Mascarados Apareçam

Imagem
O baile começa as máscaras são postas.
Celulares deixados de lado.
O show começa e os convidados se animam.
As luzes se apagam e os pares se formam.
A dança começa.
Olhares trocados e mãos cruzadas.
Rapazes e moças colocam-se a dança pelo salão.
Quando de repente.
O celular toca.
A luz acende.
A música para.
Mãos se soltam.
O que aconteceu?
Deu meia noite, tirem suas máscaras.
Mas que máscaras?
Essas que agora todos estão.
Me deito agora ao chão.
Para não ter que presenciar,
todo esse "espetáculo" que será em vão.


Sentimentos Cinematográficos

Imagem
Clássicos Inesquecíveis - Mulheres Fatais

Moulin Rouge - Amor em Vermelho


O gênero musical possui lá suas peculiaridades, e por isso mesmo, muitos não são adeptos de passar horas num cinema, como era praxe antigamente, vendo os intérpretes dançarem e cantarem. Mas Moulin Rouge -  Amor em Vermelho (EUA / Austrália – 2001) veio para deixar sem argumentos o pessoal que não tem paciência para essas coisas.



Dentro de um cenário surreal, com uma fotografia linda e canções arrebatadoras, desenrola-se uma história de amor intensa, quente e cheia de passagens cômicas, entre um jovem poeta e a cortesã mais linda de Paris no final do século XIX. 



É impossível não se apaixonar por Christian (Ewan McGregor) e Satine (Nicole Kidman), por toda a efervescência cultural e luxuriante do cabaret Moulin Rouge e pela trupe de artistas loucos e atrapalhados que habitam a história.

Recheado de cenas deslumbrantes e mágicas, destaque para o momento do encontro de Satine e Christian sobre os telhados de Paris, enq…