Desafio: "Está chegando meia-noite, se preparem para tirar as mascaras!"





A escolha das máscaras

Ei, você que está aí sorrindo, segurando esse copo na mão, falando essas bobagens que nem você mesmo acredita. É... você mesmo, tentando forçar uma postura, um linguajar, tentando fazer parte do grupo. 
No que você está pensando? Por que ainda está com essas pessoas? Por que a opinião delas importa tanto pra você? Saia enquanto há tempo, enquanto sua bebida ainda é pura.
Essa lama toda quer te envolver. Que lama? Você não vê ou não quer ver? O que você vê é só o brilho, pois acredite, ele é falso, criança. É forçado, manipulado e interesseiro.
Não é isso o que  você quer. Você gosta de pé no chão, cabelo ao vento, risada sincera, afago verdadeiro.
Não se preocupe, todos estarão no barco quando a água cobrir tudo isso, eles virão, no seu tempo, a seu modo, mas todos estarão seguros. 
Aproveita você, esse tempo do agora, faz o que te traz alegria, se desamarra dessa gente frívola.
Você não vai gostar de ver as máscaras caindo. Não é nada agradável de se ver o que há por baixo delas.
Venha, vamos antes que seja tarde. Fuja para o jardim, corra para a rua, pegue o trem. 
Não deixe esse figurino te possuir. Resista!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Resenha - O segundo sexo

Feminismo, por Ayn Rand

A Noviça Rebelde