“É proibido pisar na grama. O jeito é deitar e rolar."

Domingo é o primeiro dia da semana e eu tenho em mãos, uma responsabilidade em fazer sua semana começar toda ZEN... para quem gosta de se energizar, de pensamentos positivos, de leituras variadas, de passeios naturais, de curtir e conhecer o ambiente que o cerca (não importando onde você estiver). Tudo que está a nossa volta e tudo o que vivemos devem ser olhados com otimismo, alegria, gratidão e humildade.  Fazendo assim, o seu lugar, o melhor para se viver. Hoje vou citar sobre um livrinho pequeno, de palavras simples, meio que um auto- ajuda, mas é um discurso que a autora fez como se fosse para o dia da formatura. E ele me fez relembrar de uma conversa que tive com uma  amiga nesta semana. Falávamos de nossa futura idade, daqui a uns meses, os quarenta.  E que invertemos as prioridades. Não temos certos  ” piques” para algumas coisas e nem “saco” para outras, mas aprendemos a substituir por outras que nos dá prazer e tranquilidade. Como é bom o processo de reinventar, de criar, de saborear, de viajar, de se redescobrir, de amadurecer ideias, de trocar ideias, de apagar idéias...temos esse dom em sermos humanos para ir, vir, voltar ou em se perder quando quiser. E o livro fala sobre isso, uns “toques” que a autora dá aos jovens formandos para sua vida adulta e nela a velhice também.
Um abraço bem verdinho pra você,
Roseane Xisto

TURISMO VERDE:
Praça XV de Novembro (Jardim de Baixo)
Em meio a agitação no centro da cidade, nos deparamos com um magnífico jardim. Com muitos pássaros ao redor e árvores frondosas, centenárias e de várias espécies. Lugar bacana para andar de bike, fazer um lanche na grama ( quando está aparada). Tem lugar de sobra para ler um bom livro, com ar puro e beleza ali na sua frente... só desfrutar!
Um lugar também para se aproveitar para reuniões, encontros com amigos, meditar, refletir, fotos da natureza, um bom violão, para um descanso e  para curtir com a criançada, que adora também. É um lugar público, ou seja, é seu também, aproveitem!!!! Isso é pra poucos, pois tantos lugares devastados em nosso mundo... Vamos olhar ao redor, vamos absorver o que a natureza nos dá de graça, em sua graça mais bela de se ver.
“ É proibido pisar na grama. O jeito é deitar e rolar. “ Chacal


  
ZEN NO CONHECIMENTO
Livro: Filtro Solar, de Mary Schmich editora Sextante. 
Filtro Solar nasceu por acaso. A autora num dia indo para o trabalho pensava a respeito do quanto é comum nos sentirmos frustrados diante da grande diferença que existe entre a vida que levamos e a que gostaríamos de levar. Seguindo esta inspiração, ela escreveu um texto e fingiu que o usaria em uma hipotética formatura da qual seria oradora. Ela publicou em sua coluna na redação de Chicago Tribune, e dois meses depois o texto circulava pela internet, o que se tornou mais um caso na polêmica questão dos direitos autorais na rede. E foi desse jeito que Filtro Solar ficou conhecido no mundo todo e virou símbolo de otimismo e inspiração.
“  Faça o que fizer, não se auto congratule demais, nem seja severo demais com você. As suas escolhas têm sempre metade das chances de dar certo. É assim pra todo mundo. “
Mary Schmich




CEM INICIATIVAS
Hortas caseiras:

Não tem um quintal com terra? Não tem tanto espaço para plantar? Tem vontade de ter ervas, verduras e legumes fresquinhos em casa? Então plante em lugares apropriados para isso. E aproveita para reciclar os produtos e embalagens nas plantações.








Comentários

Postar um comentário

Deixe seu comentário!

Postagens mais visitadas deste blog

Resenha - O segundo sexo

Feminismo, por Ayn Rand

Viagens literárias: Mergulho no mar