As Memórias da Bruxa Onilda

Falar da Bruxa Onilda é falar de infância. 
Muitas e muitas pessoas tiveram sua vida escolar e pessoal marcada pelos livros dessa bruxinha que ao mesmo tempo em que é um pouco rabugenta, também é encantadora. 
E fora muitas aventuras: casamento, férias, memórias, amores, festa, a macaca, Veneza, Paris. Uffa!!! Bruxa Onilda tem o que contar.
Com uma linguagem fácil, dinâmica, acolhedora (afinal, seu público são as crianças) e cheia de linguagem não-verbal para ajudar na criatividade da criançada, esses livros trabalham a imaginação, a língua e o desenvolvimento da leitura dos pequenos. Além de serem muito divertidas, fazendo com que o gosto da leitura seja um prazer desde a infância.



Sou muito grata por ter lido alguns desses livros e, hoje, ser uma leitora cheia de prazer e amor pelos livros. Eu recomendo de olhos fechados para pais e professores.
Ah! E para ficar ainda mais gostoso, Bruxa Onilda também tem em desenhos. 
Imagina fazer a curiosidade das crianças para ler aumentar através das imagens na TV ou Internet. Melhor ainda, fazer a criatividade deles serem bem exploradas em um trabalho escolar onde possa misturar o desenho e os livros. Legal, né? Fica essa dica que pode ser o início de pessoas que são leitores vorazes.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Resenha - O segundo sexo

Feminismo, por Ayn Rand

A Noviça Rebelde