Dica: Do Fundo do Coração (Jô Coelho)

Oi, pessoal! Estou assumindo a "Quinta dos Livros" por um tempo, mas logo a Nivia volta com suas dicas de leitura. 
Enquanto isso, a Naty vai ficar com o "Domingo Literário".



Para começar, quero falar de um livro delicioso que tive o prazer de fazer uma participação!
Jô Coelho surpreende e nos envolve nessa leitura apaixonante!
Do Fundo do Coração, foi lançado na Bienal de Volta Redonda e na Feira da Casa Léa Pentagna.



O livro nos apresenta Luana, uma jovem carioca de 27 anos, estudante, filha de mãe solteira. Animada e sonhadora, Luana nunca teve sucesso em sua vida afetiva. Aos poucos, conhecemos sua história através de seus amores platônicos e suas frustrações amorosas.

Quando finalmente decide procurar ajuda psicológica e descobrir quais são as matérias primas para seus amores falidos, a jovem passa a se conhecer e quem sabe, descobrir um mundo novo!?

O livro é um mergulho nos sentimentos de Luana. Várias vezes nos sentimos a própria protagonista e passamos a ser solidários com seus sentimentos. O fascínio por homens mais velhos é mostrado realmente de forma patológica, porém, essa patologia não anula o lado doce da jovem.

Sua vida passa diante das páginas, como se estivéssemos entrando em caminhos de luz e de sombras, porque apesar de seus conflitos e de seu desequilíbrio emocional, a protagonista é uma menina muito carismática e delicada.

Trata-se de uma história que falará muito sobre nós mesmos. Todos os nossos conflitos humanos, principalmente os conflitos femininos.

Mulheres que se perdem, mulheres que simplesmente não se encontram... e Luana que nos mostra que a felicidade não depende dos acessórios da vida, mas do conhecimento que possuímos sobre nós mesmos!

"Sempre haverá um período de trevas em nossa vida, as sombras precisam de seu período de domínio! Mas que seja breve, e que não nos arranque toda luz que produzimos dentro de nós!" (p.207)



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Resenha - O segundo sexo

Feminismo, por Ayn Rand

A Noviça Rebelde