Sentimentos Cinematográficos: Lua de Cristal

Oi Gente!

Semana passada deveria ter postado sobre Um Clássico dos anos 90 Nacional, mas, infelizmente, acabei não conseguindo. Peço desculpas pelo furo e já adianto que "antes tarde do que nunca". Isso mesmo, trago "Lua de Cristal", que marcou meus anos 90 e minha infância para vocês.

Espero que gostem!!! 


Sinopse: Maria da Graça (Xuxa Meneghel) chega à cidade grande para morar com sua tia Zuleika (Marilu Bueno) e seus primos Mauricinho (Avelar Love) e Cidinha (Júlia Lemmertz). O trio vive atormentando sua vida, fazendo-a trabalhar incansavelmente na casa em que moram. Em meio aos problemas que têm em casa, Maria da Graça conhece Duda, sua vizinha, e Bob (Sérgio Mallandro), um jovem desajeitado, e se tornam seus amigos. Bob consegue um emprego para Maria da Graça, que pode então realizar seu grande sonho: ter aulas de canto.




Lua de Cristal é considerado por muitos um conto de fadas moderno, um tanto engraçado e desajeitado, mas mesmo assim um conto de fadas. A heroína, Maria da Graça – que é representada por ninguém mais, ninguém menos do que a Xuxa (gente, eu amo a Xuxa. Sei que muita gente não gosta, critica, mas eu amo!), sai do fim do mundo para a cidade grande para realizar um sonho. Cheio de esperança, ela acredita fielmente que sua sorte irá mudar. Ao chegar aqui, se depara com um atrapalhado entregador. Atrapalhado, mas também já muito próximo de um interesse. Vai, é muito típico dos contos de fadas! Seu destino é a casa da tia, onde nem imagina o que te espera. Ao chegar lá, é tratada muito mal por sua tia Zuleica e sua prima Lidinha, o que nos faz lembrar a história de Cinderela. Lava, passa, cozinha, toma conta de tudo e ainda não se deixar esquecer-se de seus sonhos. Um das coisas mais engraçadas desse filme é que faz várias referências aos contos tradicionais, como por exemplo, quando Maria chega à casa da tia Zuleica e esta dá a Maria uma maçã e, em seguida, se olha no espelho e dispara o clássico “Existe alguém no mundo mais bonita do que eu?”. Acho essa jogada da referência à madrasta da Branca de Neve como ao mundo da Cinderela muito boa, pois faz a gente encarar como uma história de superação e realizações. E para finalizar toda essa temática, existe um príncipe encantando, justamente o entregador atrapalhado que disse anteriormente. Maria da Graça tinha sonhos antigos com ele, mas o conhece mesmo melhor quando vai trabalhar na lanchonete onde ele trabalha. Seu príncipe se chama Bob.
O maior sonho de Maria é ser cantora, podendo, assim, vencer na cidade grande, o que não desiste nunca, mesmo que a mãe queira, mesmo que seja insuportável viver na mesma casa de pessoas sem valores, mesmo que seja difícil conciliar trabalho, afazeres domésticos e aula de campo. Nada faz Maria da Graça perder a luta para realizar seus objetivos. Como é um filme com público-alvo principal crianças, é muito legal ensinar a valores como persistência e perseverança.  
Por ser filme leve, Record de bilheteria na época e muito engraçado, Lua de Cristal se tornou um verdadeiro clássico do cinema brasileiro, sem sombra de dúvidas marcou época e muitos corações. Um papel que caiu muito bem a Xuxa, pois ela era ícone e ídolo as crianças e adolescentes dos anos 90.
Sei que o Sérgio Malandro, que interpreta Bob, não é muito um príncipe encantado tradicional e muitos criticaram (e ainda criticam) sua escolha para o papel por não ser exatamente bonito para o papel do homem encantador chegando para você num cavalo branco. Ma, como acredito que a ideia era que o filme fosse engraçado e mostrasse valores como "beleza não é tudo na vida", então, tê-lo como príncipe foi uma particularidade bastante interessante e inteligente.

Cheio de belas lições de moral, o que era muito comum no trabalho da Rainha dos Baixinhos, o filme termina com final feliz – como já sabemos – e com o objetivo alcançado que é: correr atrás de seus sonhos e realizá-los. Fora que é nesse filme que temos a música mais linda de todos os tempos da Xuxa e que marcou seu programa e a vida de muitas pessoas.
Tudo pode ser
Se quiser será
O sonho sempre vem,
Pra quem sonhar.

Tudo pode ser
Só basta acreditar
Tudo o que tiver que ser, será.

Tudo o que eu fizer
Eu vou tentar melhor do que já fiz
Esteja o meu destino, onde estiver
Eu vou buscar a sorte e ser feliz

Tudo o que eu quiser, o cara lá de cima vai me dar
Me dar toda coragem que puder
Que não me faltem forças pra lutar.

Vamos com você, nós somos invencíveis
Pode crer,
Todos somos um e juntos não existe mal nenhum.

Vamos com você, nós somos invencíveis
Pode crer,
O sonho esta no ar
O amor me faz cantar, faz cantar.

Lua de cristal, que me faz sonhar
Faz de mim estrela que eu já sei brilhar
Lua de cristal, nova de paixão
Faz a minha vida, cheia de emoção.


Tudo o que eu fizer
Eu vou tentar melhor do que já fiz
Esteja o meu destino, onde estiver
Eu vou buscar a sorte e ser feliz.

Tudo o que eu quiser, o cara lá de cima vai me dar
Me dar toda coragem que puder
Que não me faltem forças pra lutar.

Vamos com você, nós somos invencíveis
Pode crer,
Todos somos um, e juntos não existe mal nenhum.

Vamos com você, nós somos invencíveis
Pode crer,
O sonho está no ar,
O amor me faz cantar.

Lua de cristal, que me faz sonhar
Faz de mim estrela que eu já sei brilhar
Lua de cristal, nova de paixão
Faz a minha vida, cheia de emoção.

Link: http://www.vagalume.com.br/xuxa/lua-de-cristal-xuxa.html#ixzz3hL0D2lG5








Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Resenha - O segundo sexo

Feminismo, por Ayn Rand

A Noviça Rebelde