Anseio por liberdade



Anseio por Liberdade.

Correndo...
Correndo...!!!
Correndo
     Sem
Fim!
Como se o fim
Estivesse logo
Ali...
Correndo
Do
Fim.
Não conhecendo
O tempo...
A alma de um relâmpago!
Olhar amplo e atento
Anseio por liberdade
Como a poesia
Em meus lábios
Jamais poderia
Definir.
Então me leva
Para onde eu
Não poderia ir
Se não estivesse
Em tua companhia.
E poucos
Muito poucos
Jamais entenderão
O que é
O que seja
Este anseio
Por uma liberdade plena.
Uma liberdade
Que somente os loucos
Os apaixonados
Aqueles que se entregam
Chegam perto de provar.
Então me leva!
Como se o fim estivesse logo ali!
Persegue o tempo
Fugindo do tempo
Correndo
Correndo
Correndo
Acordaste a parte mais profunda de mim...
Aquela que desconhece os limites
Acordaste a paixão profunda pelo ar
E jamais poderia retornar às cercas que
Pintaram em torno de mim
Às cercas que eu mesma criei para mim
Então me leva para voar
Contigo não existe tempo
Apenas nosso corpo
A desafiar
A gravidade
A velocidade
A procurar
Pela liberdade
Aquela que nem as palavras
Sabem definir!


 Elayne Amorim

Imagem: Google

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Resenha - O segundo sexo

Feminismo, por Ayn Rand

Viagens literárias: Mergulho no mar